quarta-feira, 7 de março de 2018

Lutando e ensinando a lutar

Conteúdo anti-golpista - O país vive uma conjuntura desfavorável para o pensamento socialista e libertário. A situação é tão complicada que a própria democracia formal, mesmo com todos os seus limites e restrições, corre riscos. A ofensiva golpista não é dirigida somente ao presidente Lula ou ao PT. O que as classes dominantes pretendem é suprimir direitos conquistados e legitimar atrasos que são contrários aos avanços da civilização humana. As conjunturas difíceis, no entanto, sempre tiveram a presença forte das mulheres na frente das batalhas em defesa da democracia e dos direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras. As manifestações do dia 8 de março de 2018 vão se revestir de um conteúdo mais incisivo, contra o golpe e a favor da democracia e, especialmente, em defesa dos direitos dos trabalhadores e da maioria da população. 

Boas companhias - Tenho o orgulho de ter, na minha vida e ao meu lado, na luta por um mundo melhor e mais justo, a presença de mulheres fortes e aguerridas. E é com estas boas companhias que eu aprendo, todos os dias, lições que vão durar a minha vida inteira, e que vão reforçar a resistência aos golpes que sofrermos. Aprendi, muito especialmente, que a luta das mulheres não é (nem nunca foi) contra os homens, mas sempre foi (e sempre será) uma luta contra a sociedade capitalista, que produz injustiças aos montes e que pretendeu calar a voz daquelas que nunca se renderam. Neste dia 8 de março, essas lutadoras estarão concentradas, a partir das 16 horas, na Praça Osvaldo Cruz, que fica no encontro das avenidas Paulista e Treze de Maio. As manifestantes vão se dirigir, em passeata, pela Avenida Paulista, onde será celebrada a coragem de todas as mulheres que sempre tiveram a ousadia de lutar por um mundo melhor e mais justo. Estarei presente na concentração e na caminhada das companheiras, juntamente com todas as pessoas que se opõem ao golpismo e que defendem a democracia. 

Luta permanente e contínua

Destruição  - Por ocasião da morte de mais um militante metalúrgico da cidade de São Paulo, texto de autoria do companheiro Sebastião Net...