segunda-feira, 16 de julho de 2018

Política e Religiosidade

Equívoco- O comportamento equivocado de alguns católicos provoca alianças inexplicáveis, como a de parlamentares que, com a justificativa de proteger a vida, se aliam a integrantes da bancada da bala e a ruralistas para votar contra o que eles chamam de "institucionalização do aborto". Não existe nenhuma proposição nesse sentido. O que se deseja é diminuir (ou eliminar) a mortalidade de mulheres pobres, submetidas a cirurgias de interrupção da gravidez em clínicas clandestinas.

Resistência - A igreja católica nunca se ausentou do espaço político. Sua presença forte serviu, em vários momentos, como anteparo para a militância contra o autoritarismo. Não é desconhecida, por exemplo, a atuação de padres e bispos no apoio a integrantes da resistência à ditadura implantada em nosso país pelo golpe de 1964. 

Corporativismo - Sob coordenação da Liga Eleitoral Católica, nos anos 30 do século passado, as sacristias prepararam (e divulgaram) listas de candidatos e candidatas comprometidos com a doutrina social da igreja, que consistia, basicamente, na obrigatoriedade do ensino religioso, no reconhecimento da igreja católica como religião oficial e na validação civil dos casamentos religiosos.

Posicionamento - Minha opção pelo catolicismo não me faz seguidor do comportamento de parlamentares que se aliam com integrantes da bancada da bala, para defender a morte; nem me torna simpatizante da Liga Eleitoral Católica. Sempre estive mais próximo das ideias de Dom Paulo Evaristo Arns, de Dom Angélico Sândalo Bernardino e e de Dom Hélder Câmara. 

Omissão - A neutralidade é difícil de ser praticada. Os cristãos católicos que se declaram neutros, em boa parte das vezes, são simpatizantes da LEC e de parlamentares aliados da bancada da bala. O silêncio tem um som ensurdecedor, e a omissão resulta na aceitação implícita de situações de exclusão e de miséria.        

Luta permanente e contínua

Destruição  - Por ocasião da morte de mais um militante metalúrgico da cidade de São Paulo, texto de autoria do companheiro Sebastião Net...