sábado, 3 de março de 2018

Racismo e vingança

Preconceito racial - A detenção de um ator global é uma demonstração do racismo ainda existente em nossa sociedade. Darlan Cunha foi abordado, numa vistoria "de rotina" por causa da cor da sua pele. Ainda que tenha sido descoberta uma ordem de prisão contra ele, se fosse um "branco caucasiano", é provável que ele não teria sido submetido à revista ou à consulta aos arquivos policiais. Diariamente, jovens negros e pobres são abordados, presos e assassinado, e o fato de serem pessoas anônimas, contribui para que o fato lamentável nem chegue ao conhecimento da opinião pública. Darlan é acusado de ter agredido uma ex-namorada. A acusação contra ele foi feita em 2013, e foi retirada pela acusadora uma semana depois. Como a queixa foi feita com base na Lei Maria da Penha, a acusação não pode ser retirada, nem pela própria vítima.

Acusação mentirosa - O vendedor Atercino Ferreira de Lima Filho foi libertado da prisão, nesta sexta feira (2 de março), depois de ficar quase um ano preso, acusado de abusar sexualmente dos filhos. A acusação aconteceu em 2002. A decisão judicial sobre a soltura só foi possível por causa da reformulação dos depoimentos de seus filhos, que declararam, em novo depoimento, que "nunca sofreram abusos" e que foram "obrigados pela mãe a acusar o pai". A mentira, no caso, foi responsável pela prisão de Atercino, o que pode prejudicá-lo pelo resto da vida. Apesar da sua soltura, ele sempre vai conviver com o estigma dos maus tratos de que foi acusado. Não há indícios de que a vingança, motivada por um processo de separação, seja punida.

Civilização humana - A suspeição de negros e a culpabilidade individual de acusados de qualquer tipo de crime são atentados graves contra avanços civilizatórios importantes. Darlan Cunha pode não ser culpado das acusações que lhes foram dirigidas, mas foi abordado por causa da cor de sua pele; e Atercino Ferreira de Lima Filho ficou quase um ano preso, acusado de um crime que não cometeu. É urgente que saibamos superar, na prática, o racismo ainda existente na sociedade brasileira, e que, também, possamos restabelecer um ambiente jurídico em que acusados e suspeitos são inocentes até que sejam provadas suas culpas, sem qualquer tipo de dúvida. Permitir que fatos como esses se repitam pode significar a consagração do racismo e da vingança.  

Otimismo, invisibilidade e luta de classes

Otimismo - Já confessei meu otimismo em outras ocasiões, e insisto em reafirmá-lo, em todos os momentos, para não perder o ânimo de lutar....