Postagens

Mostrando postagens de Julho 4, 2018

Aborto e interrupção da gravidez

Imagem
Distorção - A visão mais comum sobre a interrupção da gravidez desconsidera totalmente a figura da mãe, com o pretexto de defender a vida do feto. Chamada de "aborto" por religiosos de diversas origens, a interrupção da gravidez é criminalizada pela lei brasileira, e uma aliança fundamentalista pretende ampliar a criminalização, piorando uma situação que já é ruim. A visão conservadora tem apoio relativo na população, especialmente por causa da circulação de informações tendenciosas, incompletas ou desatualizadas. 
Números - Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), 200 mil mulheres brasileiras morrem, por ano, em decorrência de complicações causadas por cirurgias de interrupção da gravidez. Números citados pelo jornal O Estado de São Paulo informam que, diariamente, ocorrem quatro mortes de mulheres, por complicações decorrentes de cirurgias realizadas em condições precárias. O discurso fundamentalista desconsidera totalmente essas informações importantes, uma ve…